Porque é necessário este serviço de ajuda?

 

É necessário um serviço de aborto seguro de forma a proteger a vida e saúde da mulher quando esta necessita de pôr termo a uma gravidez indesejada. Este serviço de ajuda ao aborto confia que as mulheres tomarão decisões conscientes e bem-informadas acerca do seu corpo.
O aborto é a intervenção médica mais praticada em todo o mundo. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), anualmente 42 milhões de mulheres optam por fazer um aborto por todo o tipo de razões pessoais. No entanto, muitas mulheres continuam a não ter acesso a um aborto seguro e são forçadas a arriscar a sua saúde e a sua vida. Tentam pôr fim à sua gravidez com agulhas de tricot, soluções de sabão, pancadas no abdomén ou recorrem a alguém sem a devida formação médica. Tudo isto é muito perigoso e jamais deve ser feito! Através deste serviço pretendemos oferecer uma alternativa de confiança, fornecendo acesso a um aborto medicinal seguro.

Mais informação:

O grupo Women on Web subscreve a definição de saúde dada pela Organização Mundial de Saúde: “Saúde é um estado de bem-estar físico, mental e social e não apenas a ausência de doença ou enfermidade. (Preâmbulo, Constituição da Organização Mundial de Saúde, adoptado em 1946 por todos os membros dessa organização como sendo a definição operativa de saúde.) Está bem documentado que, sem um acesso sensato a serviços de aborto seguro, as mulheres arriscam voluntariamente a sua saúde e as suas vidas para conseguirem obter abortos clandestinos, executados por pessoas não-qualificadas para tal e em condições de pouca higiene. O acesso a um aborto legal e seguro é, portanto, necessário para proteger a saúde e a vida das mulheres grávidas.
O grupo Women on Web defende que, toda a mulher com uma gravidez indesejada e sem acesso a um aborto seguro, qualifica-se para a obtenção de cuidados de saúde, sob a guarda das excepções de saúde e vida às leis restritivas do aborto. A partir do momento em que uma mulher tem uma gravidez indesejada e não tem qualquer acesso a serviços de aborto seguro, a sua vida corre grave perigo. De acordo com a Organização Mundial de Saúde, 1 em cada 300 mulheres que se submetem a aborto clandestino morre desnecessariamente. Para além disso, mesmo em países em que o parto é seguro, 1 em cada 10.000 ou 5.000 mulheres morre durante o parto (OMS).
O aborto realizado através da utilização de Mifepristone e Misoprostol possui uma taxa de mortalidade de 1 em cada 100.000. Isto significa que um aborto seguro com estes medicamentos é sempre um modo de poupar vidas.