Sofia S.

Podziel się swoimi doświadczeniami

2017 Brazylia

Jakie uczucia ci towarzyszyły?

Jaką metodą wykonałaś aborcję?

Tenho 17 anos e ainda não consigo falar muito bem sobre isso. 31/08/2017 Fiz um teste de gravidez e deu positivo, consequência das relações que tive dia 06/08/2017. Meu mundo desabou, todas as coisas que se passavam pela minha cabeça eram torturantes, eu nunca poderia imaginar que aquilo iria acontecer comigo, na verdade, a gente nunca imagina, mas acontece. Todas as possibilidades que eu criava refletiam de forma ruim na minha vida, de alguma forma. Eu sempre sonhei em ser mãe, mas não com 16 anos, e aquilo tudo mexia comigo de maneira inexplicável, mas em nenhum momento senti raiva, muito menos do bebê, as vezes parecia que eu sentia algo bom por ele, mas não existia a possibilidade dele vir a existir, chance nenhuma de eu permitir que isso acontecesse, infelizmente. Não tinha psicológico, nem preparo pra cuidar de uma criança, e não seria justo fazer com que meus pais cuidassem, eles n batalharam tanto por mim pra mim jogar uma criança pra eles bancarem e cuidarem de novo, não é certo e eu não podia fazer isso existiam milhares de motivos para que eu não pudesse "permitir" essa gravidez. Conversei com meu namorado, que concordou com minha decisão e me apoiou muito desde o início. A primeira alternativa que tínhamos eram os chás abortivos, contei a situação pra única amiga que poderia me ajudar naquele momento, ela ficava em casa sozinha, então eu poderia fazer e tomar os chás lá. Porém não consegui, o sabor era horrível, e depois de 3 dias tomando eu não aguentava mais, comecei a vomitar só de sentir o cheiro. O tempo estava passando e eu precisava arranjar uma solução logo, foi quando comecei a pesquisar sobre os remédios e eram muitas as possibilidades dos vendedores serem golpistas e os remédios serem falsos e além de serem muito caros, aonde eu e meu namorado de 17 anos iriamos arranjar 700 reais pra isso? O desespero bateu muitas vezes, chorei muito por conta disso, mas quis sentir minha dor sozinha, era algo que só eu sabia como era sentir e queria que ficasse desse jeito. Já com 8 semanas de gravidez eu encontrei a WHW, o único problema era a demora do remédios (2 semanas) eu não tinha muito tempo, mas resolvi arriscar, era minha única opção naquele momento. Fiz a doação de 300 reais e 2 semanas depois estava com o remédio em mãos. A WHW foi incrível, respondeu a todos os meus e-mails, me deu muito apoio e todas as informações da qual eu precisava. Decidi que tomaria 00h, pra caso eu ficasse muito mal ninguém me visse naquele estado. Então foi assim, 00h do dia 18/10/2017, coloquei os 4 comprimidos na gengiva e deixei dissolver, 30 minutos depois comecei a sentir cólicas leves, que iam ficando cada vez piores, tomei remédio pra dor e depois de 1 hora consegui descansar sem dor alguma por 40 minutos, porém após esse tempo as dores voltaram de maneira insuportável, vomitei e fiquei me remoendo de dor por 30 minutos, até que uma bolsa de água estourou, mas nada de sangue, após 20 ainda com dor minutos senti uma pressão muito grande e fui ao banheiro, que foi quando saiu tudo, pude ver o feto pendurado, peguei um papel e puxei, logo após saiu toda a placenta, estava tudo sujo de sangue, e toda aquela sensação estava sendo horrível. Fui pro chuveiro e fiquei 1 hora sangrando sem parar, as cólicas foram diminuindo e quando o sangue deu uma amenizada, limpei tudo e fui deitar, isso já eram 5 horas da manhã, fui dormir e acordei bem melhor no outro dia, hoje dia 25/10/2017 (uma semana depois), ainda estou sangrando um pouco e sentindo cólicas leves. Mas ainda não superei tudo isso, estou aliviada porque todo o desespero, preocupação e angústia acabou, mas foi tudo muito horrível e meio traumatizante, estar sozinha na hora de tomar o remédio foi uma das piores decisões que tomei, eu sentia muito medo de acontecer algo e eu não ter a quem gritar, a todo momento eu queria chamar meus pais contar tudo e pedir pra eles me levarem pro hospital, a sensação toda foi horrível, ver o feto e todo aquele sangue foi horrível. É uma dor (física e psicológica) que eu não desejaria pra absolutamente ninguém. E imagino que todas as mulheres que passaram por isso se sentiram sozinhas, mesmo que houvessem muitas pessoas dizendo que estavam ali e você soubesse disso, acho que é algo que só uma mulher que passa pode dizer a sensação, estar sozinha e se sentir assim não parece ser uma opção e sim algo que temos que aceitar naquele momento. Mas agora posso dizer que acabou e estou feliz por isso, uma hora tudo isso passa e você fica bem, segue sua vida e deixa isso "esquecido", como estou tentando fazer, esquecer e lidar com tudo da melhor maneira possível, toda essa história me serviu como um aprendizado que nunca irei esquecer, assim como todas as outras que passaram/passam por isso.

W jakiej byłaś wtedy sytuacji?

Czy nielegalność twojej aborcji wpłynęła na twoje uczucia?

Sim

Jak inni ludzie zareagowali na twoją aborcję?

Meu namorado e meus amigos que sabiam da situação me apoiaram em tudo desde o início.

legalna/nielegalna

Jakiego jesteś wyznania?

Karin

Zrobiłam to!

Wiadomość o ciąży:

Mój cykl menstruacyjny zawsze wynosił 28 dni

Liz

Eu tinha 22 anos, minha menstruação atrasou e meus seios estavam muito inchados.

Pam Map

Yo lo hice no me arrepiento para nada y agradezco a este sitio por haberme…

Marina

Nie będę opisywała o tym jak to się stało, że się dowiedziałam, każdy ma na to…

Julia

Uwolniłam się od piekła i zyskałam szansę na szczęście

Emily Mars

O pesadelo de uma gravidez indesejada.

Cacau

O aborto é uma escolha apenas da MULHER.

Delia

I had an abortion and it changed my life, for better and for worse.

Rocio Rocio

14 semanas

Katarzyna

Nie mogłam mieć dziecka z kilku powodów: jeszcze się uczę, chłopak w ogóle nie…

Frances

Feeling like myself again

Isa

Tenho 28 anos, namoro a 2 anos. Sou do interior.
Duas semanas atrás descobri que…

Ana Luiza

A ironia entre abortar e renascer.

carmilla

J'ai avorté quand j'avais 18 ans. Je ne le regrette pas, je suis fière d'avoir…

Angel

Nunca me senti tão sozinha

Júlia

Fiquem tranquilas, vai dar tudo certo.