Júlia

당신의 이야기를 공유합니다

Fiquem tranquilas, vai dar tudo certo.

2016 Brazil

What were your feelings about doing the abortion/s?

How did you do the abortion?

Oi manas! Primeiramente, gostaria de falar que eu sei exatamente o desespero que vocês estão sentindo nesse momento. Esperei até eu concluir completamente o processo para escrever esse relato e poder, de alguma forma, ajudar vocês com a descrição do meu procedimento. Descobri que estava grávida no dia 31 de maio deste ano, descobri rápido pois sempre tive um ciclo muito certinho, e no primeiro dia de atraso, mesmo sem ter feito o exame, eu já sabia que estava grávida. Não foi nem um pouco fácil, me vi completamente perdida, com todos os meus sonhos indo para o ralo porque teria que largar tudo pra gerar aquela criança. Até esse dia eu nunca tinha pensado sobre um aborto, nem tinha nem a minha opinião formada sobre o assunto. Durante todo o tempo, eu recebi muito apoio e muito carinho, tanto do "pai", quanto dos meus amigos, sem eles com certeza tudo teria sido muito mais difícil. Quando comecei a pensar nas consequências de ter e de não ter, começou pra mim a fase mais difícil e perturbadora. Se por um lado eu tinha certeza que eu não queria ter que largar a minha faculdade, voltar para a casa dos meus pais e colocar um berço dentro do meu quarto, por outro eu morria de medo de fazer um aborto, procurava informações na internet e algumas delas me deixaram completamente desesperada, medo de morrer, de ter alguma complicação ginecológica, de gastar dinheiro com remédios falsificados e depois até mesmo de ser presa. O primeiro conselho que eu posso dar a vocês é, se informem e busquem apoio com quem realmente está interessado em te ajudar, e não em te julgar. Porque nesse momento, nenhuma outra opinião importa sem ser a sua. NENHUMA. Nem a do pai da criança. É o seu corpo, é o seu futuro. Nenhuma das pessoas que provavelmente vão te julgar, vão perder noites de sono com o seu filho ou depositar dinheiro na sua conta para pagar as despesas. E isso vale para qualquer que seja a sua decisão, de gerar ou abortar. No meu caso, decidi abortar - e se essa for a sua decisão também é necessário ser prática e não romantizar nada que você estiver sentindo, tratar tudo como coisas biologicamente possíveis - depois da decisão tomada comecei a buscar relatos e foi quando achei o Women on Web, li TODOS os relatos, também tive a oportunidade de conversar pessoalmente com duas moças que abortaram recentemente, as experiências que vi das mulheres que já tinham passado por isso foi extremamente importante pra mim, pois serviu para me tranquilizar e ter mais certeza ainda da minha decisão. Conversei também com uma psicóloga, falando abertamente sobre o que estava passando e foi muito bom para eu refletir sobre o quão segura eu estava da minha decisão, descobri naquele momento que eu estava fazendo a coisa certa. Sugiro que assistam a um documentário chamado "Clandestinas", tem no youtube. Com uma das moças que conversei pessoalmente, consegui o contato de uma funcionária de um hospital do interior que passava o Cytotec, nesse momento, o medo que eu tinha de comprar remédios falsificados passou e imediatamente comprei, uma facada, R$850,00 os 6. Tirei dinheiro de onde não tinha para pagá-los. Essa moça também foi muito importante para que eu me sentisse segura, ela me explicou muito sobre como seria, como eu ia me sentir, o que fazer, etc. Recebi os remédios pelo correio, e no dia 11 de junho - com cerca de 5 semanas de gestação - tomei... Estava ansiosa e com medo. Quando chega a hora não tem jeito, a perna bambeia e os pensamentos ruins são inevitáveis. Mas estava cercada de muito carinho e de cuidados, jamais façam isso sozinhas, vocês também vão precisar de alguém para segurar a mão e ajudar você a se acalmar e respirar quando as dores começarem. No sábado tomei café leve as 6h da manha, voltei a dormir e as 12h coloquei debaixo da língua os quatro primeiros, em menos de meia hora comecei a sangrar, um sangue vermelho vivo, até então sem dor nenhuma. As 13:30 coloquei os outros dois debaixo da língua. Depois deles começou a cólica. Não vou mentir, dor igual eu nunca senti na vida, a vontade era de gritar. Eu me contorcia na cama. Nesse momento é bom ter bolsas de água quente. Meu sangramento se intensificou muito com as cólicas (que na verdade são contrações). As 16h criei coragem e fui ao banheiro, assim que sentei no vaso muita coisa caiu de mim, digo coisa porque junto do sangue tinha uns "pedaços" de alguma coisa que eu não sei o que era, no meio de todo aquele sangue, eu consegui ver uma bolinha branca, menor que uma azeitona, que depois ao pesquisar na internet, vimos que era igualzinho a um embrião de 5 semanas. Não consigo descrever para vocês o alívio que eu senti naquele momento, um caminhão saiu das minhas costas e consegui respirar tranquila, coisa que a muito não fazia. No meu caso não foi preciso ir ao hospital pois em nenhum momento tive febre, é importante ter um termômetro por perto e ir monitorando de tempos em tempos. As dores continuaram por um tempinho, mas bem menos intensas. É importante tbm que nesse dia você se alimente pouco (para evitar enjoos) e com coisas leves, e se hidrate bem. Na segunda feira já estava de volta a minha rotina, e tudo voltou ao normal. Exatamente 10 dias depois, meu sangramento parou. E ontem (dia 23) procurei um hospital para fazer um ultrassom e ter certeza de que estava tudo bem comigo, e estava. Nenhuma sequela. Vida que segue!! Fiquem tranquilas meninas! Se for essa mesmo a decisão de vocês (lembrem-se que é uma decisão SÓ DE VOCÊS!!), se cerquem de pessoas queridas, de cuidados e informações. Tenham certeza da fonte do remédio. Gostaria muito que esse relato chegasse para acalmar um pouco os corações aflitos, assim como muitos outros relatos chegaram ao meu e me acalmaram! <3 Tenham coragem!!

What was your situation at this time?

legal/illegal

What is your religion?