Luiza N.

Share your story

Minha história foi completamente diferente de tudo que li aqui no site (positivamente falando)
Serei breve em relação ao contexto que me levou a tomar essa decisão (eu honestamente acho que cada mulher tem seus motivos e todos são válidos, por mais diferentes que sejam): dificuldade financeira (desempregada e morando com meus pais que também estão passando por um período financeiro complicado), relação passageira com o pai (que já não fazia parte da minha vida quando descobri, e nem queria que fizesse) e vontade pessoal de não querer filhos (pelo menos não penso nisso pra tão cedo, tenho 25 anos).
Meu ciclo sempre foi muito certinho e no primeiro sinal de atraso (dois dias aprox.), eu já sabia que algo não estava certo. Marquei ginecologista pra dali uma semana e fui, na esperança de que fosse algum problema por conta de stress ou alterações hormonais “comuns”. O ginecologista marcou uma bateria de exames pra olhar todas as possíveis causas de atraso menstrual (tireoide, alguma disfunção hormonal e, obviamente, o beta hcg e o endovaginal) porque de início ele não suspeitou que eu pudesse estar grávida, afinal eu não tinha NENHUM sintoma de gravidez (além do atraso menstrual) e ele não percebeu nenhuma alteração no exame de toque (tamanho, cor do útero etc). Duas semanas se passaram até eu conseguir marcar o endovaginal e eu continuava sem NENHUM sintoma de gravidez. Até então eu não tinha contado pra ninguém dessa angústia e confesso que essa foi a pior parte de todo o processo, decidir pra quem eu iria contar. A única certeza que eu tinha (desde o início) é que se fosse mesmo gravidez, eu não queria ter o bebê. Lá fui eu fazer o exame e, pra minha tristeza, eu estava grávida de 7 semanas e 3 dias. Foi o início do meu pesadelo.
Decidi contar pra minha melhor amiga que, mesmo achando um pecado o meu posicionamento, disse que estaria do meu lado até o fim. E assim o fez.
Depois do dia que descobri, passei duas semanas lendo praticamente TODOS os relatos desse site e de outros, pra poder descobrir onde arrumaria os remédios pra fazer o aborto medicinal e para ler as experiências de todas que já passaram por isso, pra que eu pudesse me preparar para o que eu passaria (não estava nem ai pra dor, pra medo, não pensava em tentar mudar de ideia nem nada, queria apenas saber pelo que eu passaria).
“Achei” a Camélia. Enviei o e-mail, ela me respondeu em questão de 3 horas, tirei minhas dúvidas em relação a quantidade de comprimidos, valores, formas de pagamento, formas de envio e como usar. Ela me respondeu absolutamente tudo, da forma mais objetiva e rápida possível. Hora nenhuma eu questionei se poderia ou não dar certo. Pedi dinheiro emprestado pra minha amiga e juntei o resto que faltava. Fiz a transferência do dinheiro numa terça feira e já estava com os comprimidos em mãos no dia seguinte. Foram 6 comprimidos.
No mesmo dia que chegaram, reservei um quarto de hotel e la fui eu com essa minha amiga.
Minha última refeição tinha sido as 11:30 da manhã. As 17:30 cheguei no hotel. As 18:00 coloquei 4 comprimidos na boca. As 18:10 já estavam completamente dissolvidos (assustei com a rapidez) e eu engoli a saliva (não sabia se podia ou não). As 18:35 eu comecei a ter calafrios e resolvi deitar e me cobrir. Péssima escolha me deitar. Me bateu um enjoo repentino e não segurei, as 18:45 eu vomitei. Vomitei muito pouco, parecia um cuspe, mas o medo já estava instaurado. Camélia me aconselhou a colocar os outros dois comprimidos restantes na vagina, mas me recusei, o medo de ter que parar num hospital e de me pegarem com os comprimidos na vagina era absurdo (pra quem não sabe, existe a chance de não se dissolverem completamente na vagina). Então ela me aconselhou a deixar pra tomar os outros dois comprimidos no horário que eu já tomaria (aproximadamente 3, 4 horas depois dos primeiros) e ir para a ducha quente e fazer leves forças, pra ver se estimulava o movimento do útero. Ao tirar a roupa pro banho, notei uma manchinha marrom beeeem leve na calcinha, mas só. Até então eu não tinha sentido mais nada além dos calafrios, que por sinal tinham parado logo depois que vomitei. As 21:01 (3 horas depois de ter tomado os primeiros compromidos) coloquei os últimos comprimidos debaixo da língua e as 21:10 já estavam completamente dissolvidos. Dessa vez eu optei por ficar sentada na cama, apoiada num travesseiro apoiado na parede. Recolhi as pernas e fiquei abraçada nos meus joelhos, preparada pra dor que deveria chegar e pra segurar se me desse vontade de vomitar de novo. Fiquei esperando e nada de dor, nada de calafrios, nada de nada. Continuei conversando com a minha amiga pra tentar me distrair. La pelas 22:15, ainda sem sentir absolutamente NADA, senti a calcinha um pouco úmida e me levantei pra ir ao banheiro conferir. No minuto que levantei eu já sai correndo pro vaso, porque senti que ia descer alguma coisa. E desceu. Foram uns 4 coagulos de sangue, de uma só vez, extremamente rápido, sem dor. Me limpei e voltei a sentar na cama. Sem dor, sem calafrio, sem ânsia de vomito, sem febre, sem NADA. La pras 23:30 senti um “ploc” dentro de mim, deu pra ouvir o barulho e levantei. Mais uma vez tive que correr pro vaso e foi a conta de abaixar a calça e sentar no vaso que vi senti uma coisinha saindo, sozinha, “limpinha”, sem coagulo. Era o feto. Deu pra ver nitidamente. Ainda peguei a lanterna do celular pra conferir. O alivio foi imediato. Continuei sentada no vaso e começou a descer um sangue mais melequento, mas não eram coágulos e não desciam de uma vez, igual os primeiros. Fui “puxando” com papel higiênico e tentava fazer uma forcinha pra ver se descia mais algum coagulo maiorzinho. Ainda sem dor, ainda sem calafrios, sem NADA. Nada mais desceu (além de um sangue recorrente, bem menor do que uma menstruação). Sai do banheiro e já era quase 00:00. Resolvi voltar pra casa. 00:30 eu cheguei em casa e decidi tomar um banho pra dormir. Quando já estava quase deitando pra dormir, senti uma vontadezinha de ir ao banheiro e fui fazer xixi. Sentei no vaso e senti como se alguma coisa tivesse querendo descer, fiz uma forcinha e senti descendo uns 4 ou 5 coagulos. Foi diferente do que os primeiros coágulos. Os primeiros (la das 22:15 da noite) desceram muito rápidos, quase que líquidos. Esses últimos não. Esses últimos eu consegui sentir uma firmeza na consistência. Mas não senti dor, nada. Permaneci sentada no vaso e agora sim o sangue descia em maior quantidade. Mas não era nada assustador, não jorrava. Eu percebia porque ficava me limpando com papel o tempo todo e via que estava saindo mais. Quando senti que deu uma amenizada, coloquei um absorvente noturno e fui dormir. La pras 6:00 da manha eu acordei e fui fazer xixi, o absorvente estava 95% cheio. Durante o resto do dia, as trocas de absorvente eram iguais a uma menstruação nos primeiros dias. Nada assustador. No total, foram 6 dias sangrando como se fosse uma menstruação de fluxo médio pra baixo (diminuindo a cada dia que passava). No 7º dia (hoje), já acordei com uma manchinha pequena, um pouco marrom, no absorvente. Fui fazer um endovaginal para ter certeza de que estava tudo bem. Acabo de chegar em casa. Deu tudo certo. Meu útero está normal. Aborto completo. Único sentimento no momento: alívio. Único arrependimento: ter passado por toda essa angústia por uma irresponsabilidade.
Pensei muito se deveria escrever o que passei, porque foi completamente diferente de tudo que eu li, mas achei válido compartilhar. Cada caso é um caso. Cada corpo é um corpo. Cada experiência é única. Boa sorte a você que está lendo. Espero de verdade que de tudo certo pra você.
OBS: não tomei nenhum remédio pra dor, pra cólica, pra enjoo, pra nada. Apenas os 6 comprimidos abortivos.

2019 Brazil

What were your feelings about doing the abortion/s?

How did you do the abortion?

Tenho certeza que minha experiência não pode ser tomada como base. Foi indolor e tranquila. Minha única dificuldade foi lidar com a minha ansiedade para que desse certo.

What was your situation at this time?

Did the illegality of your abortion affect your feelings?

Não em relação a minha decisão. Nunca cogitei mudar de ideia. Mas me afetou porque, pelo fato de ser ilegal, os preços dos comprimidos são extremamente altos.

How did other people react to your abortion?

Apenas uma amiga minha soube. Apesar de achar um pecado a minha decisão, esteve do meu lado pra absolutamente TUDO.

legal/illegal

What is your religion?