Ana Lu

Share your story

e vida nova pela frente...

2019 Brasilien

What were your feelings about doing the abortion/s?

É um misto de sensações e emoções. O aborto é um momento solitário. E por mais que seus amigos mais próximos e íntimos estejam sabendo, lhe ajudando e confortando, no íntimo do seu pensamento e do seu coração, você sente um turbilhão de sensações. Mas, tudo passa, creio que o tempo consegue amenizar tudo.

How did you do the abortion?

Nunca imaginei que um dia eu poderia chegar a decisão de um aborto. Até porque eu já tenho um filho. Ele não foi planejado, porém, eu era uma pessoa completamente contra o aborto, e mesmo passando por um momento difícil, eu decidi tê-lo. Talvez se na época eu fosse mais mente aberta, segura e decidida, não teria me tornado mãe aos 19 anos. Enfim... O fato é que depois de 06 anos, mal eu sabia que passaria por uma situação de extremo amadurecimento porque seria pega de surpresa por uma gravidez menos desejada ainda. Eu namorava a pouco menos de 10 meses, e achava que conhecia esse namorado e sua família o suficiente. Ingênua ilusão... Um pouco depois de 02 meses da notícia de que eu estava grávida, eu fui completamente abandonada, humilhada e não conseguia desejar/planejar outra coisa se não a morte. Desde quando descobri a gravidez, eu já havia procurado o medicamento para tomar e cessar todo aquele pesadelo. Porém, onde eu moro é pequeno o suficiente para as pessoas ficarem sabendo. Na época eu ainda estava junto do ex e ele provavelmente ficaria sabendo do aborto. Não achei os medicamentos, apesar de buscar bastante. Foi necessária toda uma reviravolta, a exposição ao ridículo para que eu pudesse recorrer à internet e buscar incansavelmente pelos comprimidos. E foi o que fiz... Pesquisas e mais pesquisas, e quando eu já estava quase desistindo, foi que encontrei o site abortoajudaa.org. Encontrei a Mariana, que além de ter me ajudado com os comprimidos, me ajudou em todo o processo. Quero lembrar que antes de tudo, recorri a este site, porém, fui informada pelos mesmos, da dificuldade do medicamento chegar ao Brasil. Foram honestos, atenciosos e extremamente éticos comigo. E no momento do aborto eu tive comigo uma grande amiga, a Women on Web e a Mariana, quem me forneceu os medicamentos e me auxiliou durante o processo. Eu me vi perdida quando soube da segunda gravidez, me prevenia, tinha tanto cuidado.. como isso foi acontecer? Eu só sabia chorar, só queria ficar sozinha, desejava morrer. E por estar próxima das 13 semanas de gestação, achava que não haveria nenhum recurso, até que eu consegui encontrar a Mariana. Antes eu era contra o aborto, e toda a situação na qual passei serviu principalmente pra uma coisa... Nunca, em hipótese alguma, julgar os sentimentos e as decisões dos outros. Se o aborto fosse legalizado, provavelmente o número de mortes de mulheres desesperadas, como eu, diminuiria muito. As mulheres seriam mais donas de si, e seus psicológicos jamais ficariam tão agredidos, quando decidissem que àquele não era o momento certo de colocar uma criança no mundo, pois, suas condições financeiras e psicológicas não comportam um filho, não naquele momento. Que foi meu caso. Eu aprendi que esse mundo é egoísta só com as mulheres, porque os homens quando abortam um filho que já nasceu, não é tão julgado e condenado, quanto uma mulher que não se sente preparada para ser mãe. O mundo tenta nos obrigar a pensar que fomos predestinadas a sermos mães, que está no nosso instinto feminino procriar, mas, o mundo esqueceu de ensinar aos homens que o abandono paterno é tão grave e pior do que o aborto ainda ser ilegal.... Mulheres, se vocês se sentem na dúvida, se vocês têm medo, isso é normal. E passa. Demora, pra mim ainda não passou completamente, mas passa. Acreditem. Depois que realizei o aborto, minha vida ainda não está 100%, não por causa do aborto, jamais! Mas porque sofri nas mãos de gente machista, ignorante e egoísta. Procurem ajuda, mas, cuidado com quem conversem. Achei ajuda aqui, conselhos e informações que me foram de extrema utilidade, e também com a Mariana. Que possamos um dia, viver em paz, num mundo onde não seja ilegal buscar ajuda para um sofrimento na qual é do nosso direito querer ou não cessar.

What was your situation at this time?

Påverkade olagligheten i din abort dina känslor?

Sim...

Hur reagerade andra på din abort?

Pouquíssimas pessoas ficaram sabendo. 04 amigos bem íntimos e minha mãe. Se sentiram aliviados, assim como eu. Pois, conheciam bem a minha vida e toda a dor na qual eu vinha passando, beirando um depressão profunda.

legal/illegal

What is your religion?

Catalina

El Misotrol salvó mi vida

Maria Madalena

Fiz um aborto e me sinto muito, muito aliviada!!!

Sisi

Nunca imagine tomar esa decisión...

Carolina

Estou numa relação estável há 4 anos e há 2 parei de usar anticoncepcional…

Rocio Rocio

14 semanas

Kamila

Ożyłam

Isabelle

Bom, estou escrevendo aqui pois os relatos de vocês que me deram forças. Eu não…

Amanda

E não me arrependo, não se culpe por isso
Você é dona de si.
Eu sou bem jovem

Nami Tibbers

Não vi outra opção. Então tomei coragem e optei por um aborto.

Rachelle

I have had 3 abortions, one clinical, 2 medical. I do not regret those…

Sam

I had a Medical Abortion - Painful Experience, Life Changing

C. Ferreira

Pior dia da minha vida

Sara

Siedziałam przed psychiatrą, opowiadając jej wydarzenia sprzed ostatnich…

Annelise

A maternidade como função obrigatória não é maternidade. Não é linda. Ser mãe…

Fernanda

Yo aborté y soy una chica libre

Kah

Decisões difíceis exigem coragem.

księżycowa23

Rozumiem wszystkie kobiety które chcą legalnie dokonać aborcji. Rozumiem że…