Laura

Share your story

Fiz um aborto com 21 anos, foi uma escolha que sempre lembrarei e que modificou para sempre meu modo de pensar e agir, porem estou em paz.

2015 Brazil

What were your feelings about doing the abortion/s?

How did you do the abortion?

Ano novo recém passado, e minha mestruação atrasada de alguns dias, meu namorado estava informado, namoramos a 3 meses e eu estava gravida de 4 semanas no dia do aborto (considerando a ultima mestruação). Sempre nos preveníamos colocando a camisinha quando ele ia gozar, acreditamos que engravidei nas vezes em que ele colocava sem e quando sentia que gozaria tirava e colocava a camisinha. Está aqui meu grande alerta para quem faz isso, sim você pode engravidar! Mais até por preocupação dele, resolvi fazer 2 testes de farmácia, e não acreditei na possibilidade de estar gravida, na verdade até agora (1 dia apos o aborto) ainda não entrou na minha cabeça que realmente estive gravida. Os 2 testes deram positivo, meu namorado confirmou comigo e então com receio comentou comigo na alternativa de um remédio que abortasse (cytotec), já havia pesquisado na internet, me mostrou o site da Women Web, e em outro site conseguiu contato de uma vendedora que indicou outra, na qual nos vendeu por 400 reais, 4 comprimidos. Dois dias depois já tínhamos agendado a compra mas só para confirmar ( ainda tinha esperanças dos testes da farmácia estarem errados)realizei exame de sangue particular (para evitar vestígios no convenio) paguei 32 reais e realmente deu positivo. O momento da compra foi realizado pelo meu namorado. No dia seguinte fomos a um motel realizar o procedimento pois era o local mais seguro e distante para nós. Com o aplicador da pomada nistalgina (indicado pela vendedora e comprado em qualquer farmácia sem receita), inseri 2 comprimidos intravaginais e 2 sublinguais, aguardei 30 minutos para dissolverem debaixo da língua e engoli. Fiquei deitada para o remédio na vagina não sair,enquanto meu namorado sempre presente lia um livro em voz alta. 2 horas depois senti uma forte cólica junto com dor de barriga, aguentei o máximo que consegui, virei de barriga para baixo e então sem controle nenhum acabei evacuando pura diarreia. Nessa hora pedi para meu namorado sair do quarto e me deixar sozinha, foi então que levantei e ao chegar no banheiro vi a primeira gota de sangue saindo da vagina, fiquei aliviada de o tempo que eu fiquei deitada ter sido suficiente para não perder o remédio intravaginal. As dores eram fortíssimas, logo abaixo do útero, a dor de barriga havia passado, e sentia leves tonturas ao ficar em pé. Nenhuma posição aliviava a dor e eu fiquei cerca de 5 horas com dor e sangramento constante, sentando na privada, tomando banho com água quente sobre as costas e barriga, e deitando quando conseguia. Já tinha pedido antes disso que meu namorado voltasse ao quarto e ele me ajudou dentro do possível. Eu estava de jejum de 10h e por isso acho que não vomitei nem tive mais dor de barriga, estava fraca e só então comi algo bem pouquinho e bebi água. Apos as 5 horas que relatei e de ter saído alguns coágulos pequenos (saiu bem menos tanto de coagulo quanto de quantidade de sangue que eu esperava para um aborto), o sangramento diminuiu bem e depois as dores diminuíram e reparei em algo um pouco maior que um coagulo que saiu no papel higiênico apertei e não se desfazia, parecia uma gelatina mais espessa, ainda não tenho certeza se era o feto. Agora (um dia apos o aborto) apresento ainda sangramento e tenho cólicas porem bem mais leves e com grandes intervalos, ainda saem alguns mini pedacinhos de tecido muscular, mas fora isso realmente lembra uma menstruação comum.Estou confiante que o aborto tenha sido um sucesso, pois ate mesmo os sintomas da gravidez estão cessando, não sinto uma fome desesperadora, nem tontura e enjoos mais, e meus seios já quase não doem. Tenho certeza que em todo inicio de ano lembrarei dessa experiencia, sinto curiosidade em saber de que sexo seria o bebe e com certeza em Setembro pensarei que seria o mes dele, porem alem disso me sinto bem apática, não me sinto em nada culpada, ate mesmo porque tenho comigo que não era uma vida ainda, era apenas uma massinha, sem sistema nervoso formado. Amadureci muito e me cuidarei muito mais apos isso. Minha visão sobre mim mesma mudou, me conheço melhor e sei do que sou capaz. Somente em momentos difíceis que você se conhece e conhece verdadeiramente quem está ao seu lado.

What was your situation at this time?

Did the illegality of your abortion affect your feelings?

Com certeza! O medo esteve presente de todas as maneiras, já que eu não sabia que sintomas meu corpo apresentaria, pois uma coisa é saber os sintomas que outras pessoas tiveram - o que serve de base - porem outra é sentir os próprios. Me sentia sem controle nenhum da situação que estava para ocorrer, e a ilegalidade aumenta o desespero , já que você sai da zona de conforto sabendo que caso algo ocorra não poderia recorrer a um hospital já que o procedimento é ilegal no Brasil.

How did other people react to your abortion?

A única pessoa que soube a gravidez e do aborto foi meu namorado. Foi ele que sugeriu o aborto apesar da ideia já estar na minha cabeça, eu apenas não dizia em voz alta, pois ainda me encontrava chocada olhando os 2 testes de farmácia positivos. Ele sempre esteve ao meu lado e também foi ele que comprou e buscou o remédio. Ele conseguiu agir calmamente e me tranquilizar durante todo o processo desde a descoberta da gravidez.

legal/illegal

What is your religion?