Nonaka

당신의 이야기를 공유합니다

A exatamente um mês atrás realizei o aborto, sou residente do Japão, apesar de ser brasileira. Aqui o aborto é permitido até o quarto mês de gravidez, o processo é simples: colocam um remedio na vagina, você sobe para um quarto, aguarda de duas a três horas para dilatação e depois é feito um tipo de curetagem com um "aspirador", o valor é de 100 mil yenes, aproximadamente 300 reais. Seria tudo simples se fosse só isso. Vou começar a desabafar:
- Minha mestruação sempre atrasava, mas dessa vez eu acordei numa manhã me sentido totalmente diferente, eu sabia que havia algo errado, levantei, fui trabalhar as 6 voltei as 6 da tarde, cheguei em casa e fui direto fazer o teste de farmácia, deu positivo, eu nunca tinha pensado em toda minha vida em fazer isso, não sou contra, mas sempre achei que estaria previnida! No momento em que vi o teste dando positivo em fração de segundos minha vida passou diante dos meus olhos, tudo que eu tinha feiro até agora, e como seria dali em diante, no Japão, a oportunidade pros brasileiros é clara: trabalhe de pião em fábrica durante no mínimo 9 horas, sem outra opçao. Eu pensei: " o que eu vou oferecer para meu filho? Vou criar ele até dois anos de idade co todas as mães fazem aqui, e depois vou largar ele na creche por no minimo nove horas pro resto da vida dele, que vida é essa? Que eu nunca poderei oferecer nada melhor pra essa crianca?" Então foi quando me passou pela cabeça o aborto. Meu namorado era o pai, conversei com ele e ele disse que me apoiaria em qualquer decisão. E minha decisao foi o aborto. Mas o pior estava por vir, eu não sei japones, eu nao queria pedir ajuda de um tradutor porque não qeria que minha mãe soubesse, eu nao sabia a quem recorrer, todos que eu tentei disseram NÃO, grande e claro.
Foi então quando eu decidi ir sozinha, com meu namorado ( que nao fala japones). Deu tudo certo, marcamos para a outra semana. Fui, fiz. demorou cerca de 8 horas, foi terrivel, aquele momento eu jamais esquecerei, é algo que carregarei comigo para o resto da vida. Nao ouve dor, tinha anestesia geral, mas eu pude sentir e ver várias coisas, enfim mulheres, eu não me arrependo do que fiz, mas digo uma coisa: eu não faria de novo se acontecesse mais uma vez. fiz o que fiz pensando no melhor. Hoje precisei vir aqui desabafar, de alguma forma. Ja que só meu namorado sabe e eu nao quero que ele se sinta mal com a nossa escolha. Um mês depois e eu me sinto livre, mas carrego comigo algo que com toda certeza não faz de mim a mesma pessoa de antes!

2013 Japan

What were your feelings about doing the abortion/s?

How did you do the abortion?

Tranquila, sem dor, só o medo mesmo.

What was your situation at this time?

다른 사람들은 당신의 낙태에 대해 어떻게 반응 했습니까?

Não contei a ninguém

legal/illegal

What is your religion?

Marie

I had an abortion. It's a choice I want available for every woman, for…

Tatá

Fiz um aborto com 8 semanas. Eu me envolvi com um colega de trabalho, por um…

Maja

Po kilku pozytywnych testach ciążowych wypełniłam formularz i zamówiłam…

Lucille 2

I had an abortion. I got pregnant from a brief relationship and very…

Letícia

Terça, 08 de agosto de 2017, 8:00 h.
Foi esse dia que eu descobri que estava…

Javi

La historia, tal cual, detrás mi aborto

Emilia Aguilera

Tuve un embarazo inesperado y por una medicación que tomo de por vida, mi hijo…

Natália Sampaio

Abortei sim! Não foi fácil. foi um dos momentos mas difíceis da minha vida, mas…

BC

Depois de algum tempo lendo os depoimentos por aqui, decidi deixar também o meu.

An

Stosowałam pigułki i nie zwróciłam uwagi na to, że problemy żołądkowe mogły…

Felicia

I had an abortion, so that I could heal.

carolina

Interrumpi mi embarazo de un mes y medio

Ivana

I had an abortion and never talked about it with anyone

Masha

This isn't my first abortion.... :'( My second one I am currently scheduled for.

Gaby

No me arrepiento

Mary Adler

Saya hamil 7minggu. Saya seorang muslim dan pacar saya seorang yang menganut…

Yvonne

My abortion was what needed to be done at that time. Deep down me I know I…

Ania Kijawska

Mam dziecko, dom, męża zdecydowałam się na aborcję.

sorrow

Najtragiczniejsze doświadczenie w życiu...


Po prawie dziesięciu miesiącach od…