M.F.

당신의 이야기를 공유합니다

Brazil

What were your feelings about doing the abortion/s?

How did you do the abortion?

Quando encontrei este site li centenas de depoimentos no intuito de me "preparar" para quando o meu dia chegasse, queria entender tudo o que poderia acontecer com meu corpo e quanto mais detalhada a história, melhor era para mim. Portanto vou tentar detalhar bastante. Tive um relacionamento bastante conturbado durante três infinitos anos, sempre terminávamos e dias depois estávamos juntos novamente, mas um dia me cansei de todas essas idas e vindas e quis colocar um ponto final definitivo. Assim o fiz, mudei de número, desativei meu facebook, não o recebia em minha casa, cortei contato com toda a família e amigos dele... Até que descobri a gravidez. No primeiro momento não quis acreditar, afinal era apenas um teste de farmácia e feito com uma das ultimas urinas do dia, resolvi repetir o teste. Desta vez comprei um importado que dava 99% de precisão, segui todas as instruções e mais uma vez positivo. Fiquei assustada, pois sempre fiz uso de anticoncepcional e na ultima vez que ficamos juntos tomei a PDS. Neste momento resolvi contar ao meu ex namorado. Conversamos muito e chegamos ao consenso de que não daria para levar a gravidez adiante, as coisas estavam muito difíceis para nós. Foi muito difícil tomar essa decisão, pois fui educada com referências cristãs, sempre fui muito ligada a minha religião, estudei em colégios cristãos, mas não via outra saída! O meu ex namorado não tem condição de arcar com suas próprias dívidas, tanto que me endividou também! Ele não me passa segurança alguma e é totalmente vulnerável em seus planejamentos. E eu, desempregada, estudando, morando de aluguel com meu pai que também está desempregado, tenho uma irmã pequena que depende 100% de mim, pois nossa mãe é falecida... Estava desesperada! O ex achou melhor que fizéssemos um exame de sangue, só para ter certeza. No dia seguinte fui ao laboratório de minha confiança e depois de uma hora recebi o resultado positivo para beta hcg. Começava aí minha guerra contra os meus princípios e contra o tempo, pois cada dia que se passava era menos uma chance de dar certo. Durante semanas estivemos empenhados em encontrar alguém que pudesse nos fornecer o medicamento o mais rápido possível, mas em todos os supostos contatos próximos a nós a resposta não foi a esperada. Minha amiga também estava a procura, olhou até com médicos amigos e nada. A ultima alternativa era a internet e foi nessa ultima e única chance que me joguei! Entrei em contato com todos os vendedores possíveis! Mandei muitos emails, recebi várias respostas, contatos de diversas partes do Brasil, mas nenhum me passava muita credibilidade, fora o medo de ser passada para trás, pois a maioria dos depoimentos que li aqui tinham essa história do "calote", e infelizmente eu não tinha de onde tirar dinheiro caso isso acontecesse. Meus dias se tornaram longos e bastante tortuosos, estava definhando com todo estes acontecimentos, não dormia, não saia de casa, mal comia alguma coisa, pois os sintomas da gravidez eram cada vez mais fortes em mim, cheguei ao ponto de perder totalmente minha vaidade! Estava num pé de guerra com o ex, pois como dependia do dinheiro dele para a compra do remédio, ele usou isso como "arma" para me "prender", chegou a dizer que só me ajudaria caso eu ficasse com ele de novo... Me sentia tão pequena, tão impotente, passei a me culpar por tudo o que estava acontecendo, me achei unicamente responsável por tudo e cheguei a desejar a morte! Estava completamente abalada, machucada e sensível. Minha amiga, muito preocupada me ligava todos os dias, conversava horas e horas comigo, sempre me confortando e apoiando, dizia que NÓS íamos sair dessa, ela se incluía a todo instante nessa luta, e graças a este apoio eu não cometi uma loucura maior. Todos dias quando ligava o celular só sabia pesquisar sobre o assunto e procurar novos vendedores, na tentativa de encontrar ao menos um que me passasse uma gotinha de confiança. Encontrei então a Danica, que diferente de todos os outros sempre se mostrou disponível a me atender conforme eu queria. Todas as fotos que pedia vinham com meu nome e data escritos a mão, além de me esclarecer todas as milhares de dúvidas quanto ao processo de aborto. Mantive contato com ela por 10 dias antes de tomar a decisão da compra, que também seria da seguinte form: eu iria depositar o valor de uma pílula e se chegasse direitinho eu faria o depósito das outras 3. Quando estava tudo certo, no dia que havíamos combinado para o depósito o ex resolve não ajudar mais. A justificativa? "Não quero carregar a culpa da morte de alguém, se você quer fazer, faça sozinha! Além do mais, nem juntos estamos". Mais uma vez ele me jogou nas masmorras dessa terra, me deixou desamparada e com o pior dos sentimentos! Expliquei para Danica, que mais uma vez foi uma fofa e entendeu minha situação, disse que guardaria minhas pílulas até eu fazer o contato novamente. Comecei então a correr atrás do dinheiro, quando consegui, pelas minhas contas já estava com mais ou menos 8 semanas. Logo fiz o depósito, mas resolvi confiar e paguei pelas 4 de uma só vez! Assim que o depósito caiu na conta da Danica ela me avisou e foi logo realizar o envio do meu pacote. Antes de sair tirou uma foto e quando enviou tirou uma foto do número de rastreamento. Pude acompanhar todo o caminho do pacote. O depósito foi feito na terça, na sexta meu pacote já estava comigo. Nisso ela já tinha me passado todas as instruções e pediu para que eu a avisasse do dia em que fosse fazer o procedimento para que ela pudesse estar online e me acompanhar. Quando vi os comprimidos, bem aqui na minha mão, eu tive um misto de sentimentos, ao mesmo tempo que me sentia aliviada em ter a solução bem nas minhas mãos eu me sentia culpada por ter tomado essa decisão. Conversei com minha vendedora, que passou a ser minha amiga, a mesma me encorajou bastante e disse para que eu fizesse naquele dia, pois eu não merecia passar mais um final de semana com essa dor e esse problema. As palavras dela me encorajou bastante, estava decidida! Me arrumei, passei no supermercado, comprei algumas coisas e fui a procura de algum hotel para realizar o procedimento longe de casa. No horário combinado a Danica entrou e já fez contato, como eu ainda não tinha achado um hotel com preço bacana ela ficou no aguardo, sempre me dando muita força e apoio, sentia que estava lidando não com uma vendedora, mas sim com uma amiga. Assim que encontrei um hotel fui logo iniciando o procedimento, este momento foi muito difícil... Estava concretizando meus pensamentos. Chorei muito, me senti culpada... Mas enfim, como a Danica disse: "você tem outra escolha? Não. Monstro você seria se fizesse este aborto com seis meses ou se decidisse ter o bebe e o jogar numa lixeira". Inicialmente não senti muita coisa, apenas uma cólica leve, achei até que era psicológico, mas algum tempo depois comecei a sentir muito frio e dor de barriga. Tive uma diarréia e 3h depois um pequeno sangramento. Neste momento eu enlouqueci! Gritava e chorava muito, me chinguei bastante, me culpei, foi horrível! Contei a Danica que mais uma vez foi um amor, me acalmou, me distraiu e se fez bastante presente. Fiquei debaixo do chuveiro por horas, sangrei bastante, expeli alguns coágulos, mas nada do saco gestacional. As dores diminuíram então resolvi ir para casa. No caminho senti uma cólica fortíssima e muita dor lombar, tomei um Paracetamol de 750 mcg indicado pela Danica, mas ainda assim estava com muita dor. Cheguei em casa e já fui direto para o banheiro, tive uma perda significativa de sangue, mas nada caracterizado como hemorragia, o tempo todo saindo coágulos, até que senti minha bolsa se romper, imaginei que pouco tempo depois o saco gestacional sairia, esperei cerca de duas horas e nada. Como estava com muita dor lombar tomei um banho quente e deixei a água bater na região a fim de amenizar as dores, tomei mais um Paracetamol e preferi me deitar, isso já era 4h da manhã. Logo quando acordei a Danica já estava me esperando, disse que o saco gestacional poderia descer a qualquer momento e me explicou qual seria a sensação. Continuei tomando o Paracetamol, pois as dores lombares eram intensas e não davam trégua. Fiz o procedimento na sexta, no domingo eu ainda não tinha expelido o saco, estava ficando preocupada, pois li que o feto poderia mumificar dentro de mim e eu corria risco de infecção. Pensei em ir a um hospital, mas a Danica me alertou quanto a algum vestígio de pílula, disse também que essas dores significavam que o saco gestacional estava para descer. Fiquei em casa, tentando suportar a dor, comecei a ingerir 2 Paracetamol de uma só vez, pois a dor dificultou até o meu caminhar. Meu sangramento já estava completamente normal, como nos últimos dias de menstruação, sentia cólicas leves e os coágulos que saiam eram beeeeeeeem menores que os do primeiro dia, achei que não iria conseguir expelir e teria que partir para curetagem, até que na segunda a noite, três dias após o uso do misoprostol, eu senti uma cólica fortíssima e 1 hora depois expeli o saco gestacional. Contei para Danica que vibrou comigo e ainda me fez uma revelação, disse que eu não estava de 8 semanas como imaginei, mas com NO MÍNIMO 10 semanas, pois a bolsa é formada apenas na décima semana :O No geral minhas dores físicas foram infinitamente menores do que as dores da minha alma, ainda me sinto mal pela decisão, mas neste momento foi o que achei certo. Sou muito grata a minha amiga que mesmo distante se fez presente e me apoiou em tudo e a ................. por ter sido tão verdadeira comigo e neste curto tempo que mantivemos contato ter significado muito mais que uma vendedora para mim, obrigada mesmo!

What was your situation at this time?

Did the illegality of your abortion affect your feelings?

A ilegalidade da prática do aborto me fez muitas vezes sentir como uma criminosa, uma assassina, além da dificuldade em encontrar meios confiáveis para a compra que geram um desgaste emocional danado!

How did other people react to your abortion?

Devido a ilegalidade e ao preconceito das pessoas tomei por decisão não contar para ninguém além de uma amiga, que é na verdade uma irmã! Mesmo estando longe ( eu em MG e ela no PA) ela se fez muito presente e me apoiou em tudo! Esse quesito é muito importante, pois quando nos encontramos nessa situação a única coisa que esperamos ouvir de quem confidenciamos a história é uma palavra de apoio, de força, este é um momento que não cabe julgamento ou critica alguma.

legal/illegal

What is your religion?