Cela B

Share your story

Você precisa fazer uma auto avaliação e ver o que é melhor pra você. Não permita que ninguém a julgue, cada um sabe a situação que está passando. O importante é fazer uma balança do você quer e do que você tem.

2013 Brasilien

What were your feelings about doing the abortion/s?

bem

How did you do the abortion?

Não foi fácil. Eu estava super decidida, não tinha nenhuma espécie de afeto pelo bebê (hoje chamo de bebê, antes chamava apenas feto), só pensava em quanto o feto estava me atrapalhando, me causando enjoos, tirando minha fome, mudando meu corpo. Pensava em todos os meios possíveis pra disfarçar o cansaço da gravidez, realmente me cansou muito. No começo nem quis cogitar que estava grávida, tentei me encaixar em 300 doenças, mas de fato e estava na cara era gravidez. O fecundador do feto era apenas um colega, parceiro de uma noite, que nunca deu em nada, foi apenas uma noite de descuido e irresponsabilidade que me trouxeram sérias consequências. Por isso e por eu ser nova e ter meus planos não me passou pela cabeça ter um bebê. Comecei a procurar ajuda, mas aqui no Brasil o aborto é ilegal. Na internet eu só encontrava pessoas más intencionadas cobrando por remédios que não chegam, li vários depoimentos de meninas que passaram por isso, então nem arrisquei. Procurei clínicas ilegais que fazem aborto, mas elas ficam tão escondidas que é muito difícil de achar, e quando encontrei estava R$ 2.000,00 abaixo de 4 semanas e eu já estava com muito mais. Encontrei o blog de uma feminista que indicava o Women on Web, Entrei em contato, respondi as perguntas e de imediato eles disseram pra eu me manter calma e que eles iriam me ajudar. Minha gravidez já estava bem avançada, mas mesmo assim tive esperança. Os medicamentos chegaram na 13º semana, fiquei na dúvida de tomá-los ou não. Tive medo de não sair e ainda ter um bebê doente ou com alguma sequela, mas preferi continuar, assim que peguei o pacote tomei o primeiro comprimido, passaram-se as 24 horas, não senti nada. Dei continuidade colocando 4 pilulas de baixo da língua e esperei dissolver por 30 minutos, foi agoniante, mas também não senti nada. Passa tudo de ruim na sua cabeça, coisas do tipo: Não vai dar certo, não vou conseguir abortar, o bebê vai nascer doente... Passado as 4 horas tomei mais 2 comprimidos, no mesmo esquema, esperando dissolver de baixo da língua, nessa vez senti forte náusea e vomitei. Tomei os dois que sobraram e então comecei a sentir fortes dores. me encolhia, apertava a barriga, era uma cólica muito forte, comecei a sofrer bastante e comecei a sangrar. Fiquei no vaso porque não conseguia nem sair, e você, mulher, sabe quando algo está prestas a sair de você, eu sabia que ia sair e que estava na hora. Primeiro saiu uma bola de água e em seguida vi as perninhas do meu bebê saindo, foi o pior momento. Se você é uma pessoa prática e que tenta achar uma solução pra tudo como eu, nessa hora você perde o chão, porque vê que é real. Você gerou um filho. Eu vi as perninhas dele pendurada e não sabia fazer outra coisa a não ser chorar. Estava sentindo dor, mas era o de menos, ao mesmo tempo que o meu corpo o expelia pra fora, minha vontade era de coloca-lo de volta dentro de mim. Mas já estava feito. Ele saiu por completo e eu não tive nem coragem de olhar, chamei minha mãe e ela também chorando me ajudou a tirar o cordão que nos unia. Chorei desesperadamente por 30 minutos e voltei ao banheiro pra tentar tirar a placenta, e consegui. Depois disso tomei um remédio e dormi profundamente. No dia seguinte fui num hospital contei que sofri um aborto, me internaram e foi detectado que eu precisava fazer curetagem. Foi tudo muito simples, fiz a curetagem e no dia seguinte fui pra casa. Tinha feito um pedido pra minha mãe, pra que ela guardasse o feto e ela guardou, ele ficou num potinho com álcool. Decidi sozinha deixa-lo no lugar que eu acho mais bonito, então acordei cedo no domingo, fui à missa, o levei comigo, rezei e chorei muito. Depois o levei a praia que eu mais gosto, sentei na areia e tive coragem de olhar pra ele pela primeira vez, mais uma vez chorei muito, porque ele era perfeito, as pernas, os dedos, tudo. E o coloquei no mar. Pra completar meu ritual particular comprei uma pulseira simples com um pingente de um menininho, que pra mim representa o meu bebê e que vai estar sempre comigo.

What was your situation at this time?

não tenho vontade de ter filhos

Hat die Illegalität Ihres Schwangerschaftsabbruchs Ihre Gefühle beeinflusst?

Não afetou, só precisei mentir, no meu caso tive que fazer curetagem então no hospital tive que jurar de pés juntos que tive um aborto espontâneo.

Wie haben andere Menschen auf Ihre Abtreibung reagiert?

Não contei para muitas pessoas. Em geral só as pessoas mais próximas. Minha mãe me apoiou o tempo todo, como ela trabalha na área da saúde me avisou sobre os diversos riscos e desde o começo me disse que não seria nada fácil. Amigos? Nessa hora pode esquece-los. Primeiro que eles realmente não podem te ajudar, segundo que alguns não querem mesmo te ajudar, sem contar os julgamentos. Nesse momento você só pode contar consigo mesmo, portanto eu evitei de contar e me arrependo de ter contado para algumas pessoas.

legal/illegal

What is your religion?

Baby

Nunca me senti tão sozinha!

Elisa Isalia

Stosowałam przez dwa lata tabletki anty. Wszystko było ok doczasu az pewnego…

Ananda

No es mi primera vez, es mi segunda vez que lo hago y no me arrepiento.

Giovana Cardoso

Fiz um aborto com 10 semanas e 2 dias de gestação

Lola lopes

É um momento em que ninguém quer te ajudar, você se vê sozinha, confusa, triste

Sara

Abortar era la decisión que debía tomar...

.

Aborté a mis 18, a unos cuantos meses de mi graduación de preparatoria.
Me…

Fernanda

Descobri que estava grávida no dia do meu aniversário, na época, sem nenhum…

Samantha

Grow Yourself, Before You Grow a Baby.

ech echhhhhh

Aborcji dokonałam całkiem niedawno, ledwo miesiąc temu. Mam 19 lat i mieszkam w…

Elizabeth

I had an abortion.

Robbin

I had an abortion, and i should not have to hide it. My womb is still just fine.

pam carol

Yo aborte

Naii C

Era apenas uma menina de 16 anos, não usava anticoncepcional mantinha relação…

yunni lee

yo aborte. por mi situación económica, por tener otro hijo, porque estudio y…